quinta-feira, 9 de março de 2006

Vida Louca, Vida Breve...


Ela chegou e foi logo matando sua vontade, escondendo seus medos, acabando com a rotina e mudando sua vida...t fez voar, transgredir, ir em lugares inexistentes, se perder em labirintos d sentimentos e prazeres, te consumiu assim como vc a consome.


Ela é como um sonho, q começa bem, t apresenta a um novo mundo q é excitante e perigoso, diferente d tudo q vc tinha sentido, mostra a vc uma sensação sem nome...e termina mal, muito mal, vc tem uma vontade imensa d se afastar dela, tem mesmo....mas não dá pra parar os sonhos, muito menos pesadelos.

È difícil desviar q quem ta sempre querendo, ela t muda, t consome...t faz d instrumento. A realidade é q por causa d utopias, problemas, mesmice e outros, as pessoas acabam entrando na dança desse mundo, tentando achar portas d percepões diferentes q antes não conheciam...na verdade não existes culpados disso, as pessoas fazem oq querem quando querem, sempre foi assim, é o livre arbítrio.

Não se engane, pessoas com esse tipo d personalidade vieram pra esse mundo sozinhas, e se nunca t disseram onde esse caminho vai dar, acho q vc vai ter q esperar e ver, vc se acha velho d coração e ainda é jovem, jovem demais pra ser oq vc é, jovem d espírito, d vida.

Ela esta em tudo q vc vê, mesmo tanto tempo depois q vc não a tem mais, ela t provoca sutilmente, t chama pra voltar ao jogo, fala pra vc sair da calçada e voltar pra estrada, vc acaba descobrindo q a inocência e a beleza q vc via nela agora é lembrança, se evaporou, tudo q antes era sua satisfação agora virou puro mal, e não importa se já faz muito tempo ou é recente, querendo ou não, a tentação aparece e vc sente vontade d novo.

Talvez nada poderia impedir isso, talvez vc tivesse mesmo q viver isso, e se mesmo assim vc ainda a procura, depois d tanto sofrimento...fazer oq?
Talvez vc faça certo na proxima vida.


..."o corpo é fraco e a mente tambem, eu fiquei aqui, rastejando até onde pudesse...
me sinto sozinho, como se não tivesse ninguem,
pois são os garotos impressionáveis e inseguros q a procuram...
mas só os garotos espertos vivem sem"...

2 comentários:

Lais disse...

Oii
esse final me lembra algo....algon aum muito bom..mas enfim..
o texto ta muito bom..
beijinhus

Duda disse...

Por mais primitivo que eu ache esse tipo de paixão, é... acontece. É chato olhar pra traz e descobrir que aquilo que parecia te encher de algo na verdade era como uma bexiga cheia.