sexta-feira, 20 de outubro de 2006

Aqui dentro...Lá fora...




Não me vejo como fera, muito menos anjo
eu que faço meu destino, eu q traço meus planos.
Naquele olhar vi muito mais do que intenção
vi anjos dançando, vi a beleza jovial
vi tesão e paixão, vi o bem e o mal.
Não perca tempo orando por mim
ora por quem começou a orar tarde demais...
mas se sente irmão de tudo que é vivo
a quem se acostuma a se perder no prazer do corpo,da alma...

por quem talvez mastigue a vida do jeito errado
mas saboreia do jeito certo.
Não vale nada essas palavras que saem da boca
ela toma conta de mim e me ausenta dessa pureza interior...
que é tão pouca.Tão breve e ilusória.
Dá aquela vontade de fazer alguma loucura que pareça aventura
ter alguma experiência que altere o estado de consciência
que me dê a sensação do que ainda não foi vivido
que alguma coisa aqui faz sentido.
Fica parecendo mais seguro me entregar ao oq é incerto
a verdade disso tudo me obriga a ver o inverso
eu sou um estranho pra todo mundo nessa multidão.
Sonhos vem e vão, o resto é imperfeito
observando a mim mesmo nessa cama, onde aqui me deito...
olhando os detalhes do corpo, vendo as amarras desatarem.
Caiu a noite e visitei minha consciência
e me acusou das oportunidades perdidas e de minha inconsequência
em tentar viver apenas pelo êxtase.
Esse tempo que não passa, a solidão que não abandona
e ainda tem essa responsabilidade de carregar o peso de ser a alma gêmea de alguém...de ser a outra metade.
Amar não é sempre ter certeza, é tentar esquecer e não conseguir fugir
e poder ser você mesmo sem precisar fingir.
Se glorifica intimamente, mas no fundo sabe que é promíscuo e descrente.
A vida é estranha
tantas despedidas, tantos desencontros
oq resta então é viver sem medo...
sem medo de morrer, sem medo de amar
sonhando só por sonhar.
O amor.
O mal.
O irreal.
A vida.
A ilusão.
O sinal.


..."tenho os sentidos já dormentes, o corpo quer a alma entende"...


7 comentários:

Juh disse...

comentei!
:)
perfeitos seus textos, poemas!

Beleza EXTERIOR disse...

Pois É....
VIVA!
viva porque o tempo passa, e as pessoas se vão, as coisas se vão...
Parabéns pelo texto!

Pedro
http://belezaexterior.blogspot.com/

Lais disse...

Oii
Muito lindu o seu texto, algumas partes bem sugestivas....
Não fiquei preocupado em ser a alma gemea de alguem...
beiju

guika disse...

*chorando aki*
nossa suas cronicas são tão intimas que é como se você desse voz a minha emoção...É apaixonante e aterrorisante também.
Parabéns é o minimo.
beijo

Ludmila Barbosa disse...

Incrível! Essa parte "...o q resta então é viver sem medo...
sem medo de morrer, sem medo de amar
sonhando só por sonhar"
Fala muito sobre o que sinto atualmente.
Muito bem esse texto
Parabéns!!!

Menino Maluquinho disse...

Vim passar uma segunda feira com poesias pra variar um pouco, mto bom, me sinto mais leve para come;ar a semana...
Obrigado

Malu disse...

adorei seus textos....
continue viu???
bjsss