domingo, 8 de outubro de 2006

Que Futuro???


Enfim...
vai ver a vida é mesmo assim
vc ai bem longe de mim.
Melhor assim pior sozinho
acabar com oq sobrou do fôlego,
dividir o vinho.
Me persegue, me conquista, me entorpece
a ciência não explica, a razão não esclarece.
Quem sabe um dia minha alma rebelde aprende a amar
o sonho vira realidade, acordar juntos na cama
então me ensina a te sentir sem calar
e a amar quem me ama.
Posso controlar minhas atitudes,
mas não os sentimentos.
Posso justificar as atitudes, não os sentimentos.
Posso esconder atos,
mas não consigo esconder sentimentos.
A vida é curta e o amor é cheio dessas coisas
então não adianta perder o sono...
pq quem ama nessa vida as vezes ama sem querer.
O mundo gira e a gente nem percebe o tempo passando
fica tudo sem cor, sem gosto.
Eu quero amor, sorte
fazer oq ninguém teve coragem de fazer
mostrar que sou forte.
O olho procura a alma num corpo perfeito
talvez nela, talvez em mim
e a gente finge que não enxerga o defeito...
mas é tudo mentira.
Você diz que acabou
que não quer mais ficar comigo
eu grito, faço escândalo, choro aos prantos...
mas no fundo eu nem ligo.
Vou visitar os infernos e paraísos essa noite
pra ver se encontro essa menina por lá
que me explica o pq, do pq, do pq, do pq...
A solidão é o mal do século.




2 comentários:

Lais disse...

Você acha msm q a solidão é o mal do século?
Não sei......

Azrael disse...

o mal do seculo nao é a solidao e sim uma falsa depressao que muitos fingem mergulhar. a tristeza como meio de chamar atençao