sexta-feira, 15 de setembro de 2006

Nós

Não consigo esconder a vontade de te ter aqui
me pergunto se tua estrada cruza com esse caminho que escolhi...
de incerteza, de beleza.
Então deixo de lado o tormento
transmitindo pro corpo todo o sentimento
e sinto o sussurro doce e sacana no ouvido, amor sem fingimento.
Ás vezes ter um tempo sozinho
é bom pra perceber
o valor de um simples carinho...
mais um beijo na nuca, mais um gole de vinho.
Me morde, me desafia
e com esse olhar me arrepia
me conta baixinho no pé da orelha, o segredo que eu já sabia.
E tudo de que preciso agora você me dá em excesso
e vai mexendo o quadril ritmado com a melodia que toca.
Não sei se vc consegue entender
este dom que lhe foi dado
de me provocar, sabe os caminhos, minhas preferências
o jeito de dizer que fica louca com oq eu faço
e me pede pra ocupar os espaços.
Faz oq quer e ainda tem abrigo no meu coração
longe de qualquer pudor ou vergonha
só o prazer e a ausência de razão.
Nada precisa se explicar
nem o momento nem todas formas de delirar
fica aqui comigo e não suma
amo de maneira louca e lúcida
e se isso for pecado, me puna.
Não me esquecerei dessa noite
dos olhares, palavras e suspiros a sós
seja oq for que tenha acontecido aqui...
fica entre nós.

3 comentários:

Lais disse...

Oiiii
pq vc tem que me pedir desculpas??/ naum entendi..
beijuss

Azrael disse...

nossa...posso usar esse texto??
esse texto transmite muito do que eu penso sobre a minha namorada...adorei me identifiquei muito

Julio Moraes disse...

Eaez brow blz... como muito bom o texto viu..só tome cuidado da tabulação e configuração do texto, pq assim ele fica mais bonito, e de facil entendimento...Mas ta mto bom...parabens.. =)